Quem Somos

Minha foto
Foz do Iguaçu, PR, Brazil
A Embaixada Da Família é uma Instituição missionária, evangélica, interdenominacional que nasceu no coração de Deus para levar pessoas ao pleno conhecimento da graça e obedecer a ordem de Jesus indo e pregando o evangelho tanto em Jerusalém , como em toda Judéia e até aos confins da Terra. Fundada OFICIALMENTE dia 02/03/2002,POREM DESDE 1994 ATENDE de forma informal.. mais de 100 crianças em Foz do Iguaçu, SEM QUALQUER RECURSO PUBLICO, mas como está no CORAÇÃO DO PAI, ELE SUSTENTA!!! Procuramos pessoas e igrejas que tenham um relacionamento profundo e sério com Deus, que cultivem uma atitude e compromisso de oração e que tenham total dependência de Deus e que também tenham o desejo de contribuir com o crescimento do Reino de Deus. Direção Geral:Pastor Waldir Vieira da Costa e Pastora Tânia Vieira da Costa. Conselho Pastoral: Pastor Waldir Vieira da Costa, Pastora Tania Vieira da Costa, Diretora Internacional e de Base na Africa do Sul:Missionária Beatriz Faria.

domingo, 6 de outubro de 2013

Pregação sobre o órfão Mefibosete


Jônatas, filho de Saul, tinha um filho aleijado dos pés. Era da idade de cinco anos quando de Jezreel chegaram as notícias da morte de Saul e de Jônatas; então, sua ama o tomou e fugiu; sucedeu que, apressando-se ela a fugir, ele caiu e ficou manco. Seu nome era Mefibosete” (2 Samuel 4.4)

 Pregação do Pastor Daniel Dutra
http://pastordanieldutra.blogspot.com.br/2011/05/mensagem-mefibosete-um-orfao-cuidado.html

Quero hoje falar sobre o tema: Mefibosete, um órfão cuidado por Deus.Talvez tenhamos aqui nesta noite pessoas que perderam seus pais de forma precoce, seja numa doença terminal, num assalto, num acidente.Quem não se lembra do acidente do avião da Gol que se chocou com um jato Legacy em 29 de setembro de 2006. Neste desastre aéreo deixou pelo menos cem órfãos. Os parentes das vítimas experimentaram um sofrimento horrível. Quando ocorre a morte súbita e não a morte anunciada (aquela que é precedida por uma doença grave), o luto é muito mais difícil. E quando a perda é dupla (perde-se a vida e o corpo), é mais doloroso ainda. Enquanto não se vê o corpo morto, alimenta-se a esperança de que a pessoa está viva em algum lugar e não se começa a processar o luto.
No dia das mães, pessoas sofrem porque perderam suas mães, e quando a mídia começa a vincular propagandas, aquela pessoa que não tem ninguém para homenagear, pois já não tem mais seu ente querido, sente uma tristeza e resta somente as lembranças na memória.
Talvez aqui também existam pessoas que foram abandonadas por seus pais, são chamadas de órfãos de pais vivos. Sempre vemos nos noticiários crianças sendo abandonadas em terrenos baldios, em rios, etc.
Talvez você tenha passada por uma experiência deste tipo, você é uma Vitória. Acredita-se que atualmente chegue perto de 8 milhões o quantitativo de crianças abandonadas no Brasil. Destas, cerca de 2 milhões vivem permanentemente nas ruas, envolvidos com prostituição, drogas e pequenos furtos, segundo levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS).
No final do versículo podemos ler: seu nome é Mefibosete. O texto diz que ele era filho de Jonatas e neto do rei Saul. Também o texto nos mostra que ele tinha uma deficiência, era aleijado dos pés. Também podemos perceber que quando ele tinha 05 anos, e ouviram falar que seu pai e seu avô haviam morrido, sua ama fugindo o derrubou, e essa queda deixou com essa enfermidade.
Existia um costume nas dinastias orientais, quando um novo rei subia ao trono, que todos os membros da dinastia passada fossem exterminados, a fim de eliminar uma possibilidade de uma revolta. Talvez por isso sua ama tenha saído correndo quando ouviu que Jonatas e Saul havia morrido.

Porém Davi e Jonatas tinham uma amizade muito intensa, e Davi faz uma promessa a seu amigo Jonatas que não faria isso com seu amigo: 20.16   Assim, fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo: Vingue o SENHOR os inimigos de Davi. 20.17   Jônatas fez jurar a Davi de novo, pelo amor que este lhe tinha, porque Jônatas o amava com todo o amor da sua alma (1 samuel 20.16-17).
Mefibosete aparece na vida de Davi, quando este está vivendo um período de paz e tranquilidade em seu reinado. Então faz uma reflexão das bênçãos que recebera, e nisso se lembra do seu amigo Jônatas, que fora morto na guerra, e do pai de Jonatas, o rei Saul, também já morto. Enquanto Davi sobre esses dois homens e o impacto que eles haviam causado em sua vida. Davi neste momento de reflexão, ele lembra da promessa a Jonatas e pergunta as pessoas da sua corte: “Disse Davi: Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas?” (2 Samuel 9.1)
Alguém foi identificado: “9.2   Havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba; chamaram-no que viesse a Davi. Perguntou-lhe o rei: És tu Ziba? Respondeu: Eu mesmo, teu servo. 9.3   Disse-lhe o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que use eu da bondade de Deus para com ele? Então, Ziba respondeu ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés”. (2 Samuel 9.2-3)
Ao ler nas estrelinhas podemos perceber que há uma insinuação no conselho dado por Ziba a Davi. “Davi é melhor pensar duas vezes, ele não causara boa impressão em sua corte, ele tem uma grave deficiência, ele é aleijados dos pés”. Mas Davi não está preocupado com seu problema, ele quer traze-lo a sua corte: “9.4   E onde está? Perguntou-lhe o rei. Ziba lhe respondeu: Está na casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar. 9.5   Então, mandou o rei Davi trazê-lo de Lo-Debar, da casa de Maquir, filho de Amiel” (2 Samuel 9.4-5).
Interessante a região que Mefibosete mora, Lo-debar. Lo em hebraico significa “não”, e debar significa “pasto ou pastagem”. Ele vive num lugar isolado, escuro, numa região abandonada na Palestina. Devido aquele costume de exterminar a antiga dinastia, provavelmente ele estava se escondendo.
Davi não pergunta como ele ficou aleijado, mas nós já sabemos como lemos no início: Jônatas, filho de Saul, tinha um filho aleijado dos pés. Era da idade de cinco anos quando de Jezreel chegaram as notícias da morte de Saul e de Jônatas; então, sua ama o tomou e fugiu; sucedeu que, apressando-se ela a fugir, ele caiu e ficou manco. Seu nome era Mefibosete” (2 Samuel 4.4)
Quero tirar algumas lições neste texto, pensando como Deus pode tratar e resgatar a identidade de um órfão, daquele que foi abandonado, esquecido, ou mesmo devido alguma enfermidade, por muitas vezes foi deixado de lado pela própria família.

1 – DEUS CUIDOU DE SUA AUTO ESTIMA
9.6   Vindo Mefibosete, filho de Jônatas, filho de Saul, a Davi, inclinou-se, prostrando-se com o rosto em terra. Disse-lhe Davi: Mefibosete! Ele disse: Eis aqui teu servo! 9.7   Então, lhe disse Davi: Não temas, porque usarei de bondade para contigo, por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai, e tu comerás pão sempre à minha mesa. 9.8   Então, se inclinou e disse: Quem é teu servo, para teres olhado para um cão morto tal como eu? (2 samuel 9.6-8)
Não importa com o que fizeram de mim, mas o que eu fiz com o que fizeram de mim. Ele se via como um cão morto. Morava num lugar escuro, num beco, numa favela da palestina. Se via como uma pessoa sem chances, sem possibilidades. Um homem sem sonhos, sem futuros. Ele vem de Lodebar para o magnifico palácio de Davi. Ele está na sala real. Fico imaginando ele entrando pelos portões do palácio, observando os detalhes do teto, das paredes, do piso. Cada passo que ele dá ele se sente mais inferior.
Interessante que tem pessoas que vão em algum lugar como um palácio real, e entrando, começam a sonhar em um dia sonharam em estar ali, e curtem cada momento como se fosse o último dia de suas vidas. Mas outras quando vão em um ambiente superior ao seu, começam a se sentirem mau, um sentimento de depressão, de inferioridade. É isso que Mefibosete sente, ele é um cão morto num palácio real.

Mas Davi quer restaurar sua auto estima. Davi disse para ele: Não temas, porque usarei de bondade para contigo, por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai, e tu comerás pão sempre à minha mesa.
Davi está dizendo que irá restaurar sua dignidade, que vai tira-lo da escuridão e coloca-lo no palácio real. E isso que Deus faz conosco. A Bíblia diz que somos mais que vencedores. Tem um adesivo nos carros que diz: “Não sou o dono do mundo, mas sou o filho do dono”.
 “Deus aceita as pessoas por meio da fé que elas têm em Jesus Cristo. É assim que ele trata todos os que crêem, pois não existe nenhuma diferença entre as pessoas.” (Romanos 3.22).
Não existe diferença entre as pessoas para Deus. Você é amado por Deus. Seu nascimento não foi um erro ou um infortúnio, e sua vida não é um acaso da natureza. Seus pais podem não tê-lo planejado, mas Deus certamente o fez. Ele não ficou nem um pouco surpreso com seu nascimento. Aliás, ele o aguardava. Muito antes de ser concebido por seus pais, você foi concebido na mente de Deus. Ele pensou em você primeiro. Você não está respirando neste exato momento por acaso, sorte, destino ou coin­cidência. Você está vivo porque Deus quis criá-lo!
O Pr Rick Warren no livro Uma vida com propósitos, diz que:  “Embora existam pais ilegítimos, não existem filhos ilegítimos. Muitos filhos não foram planejados pelos pais, mas não são um imprevisto para Deus”.

2 – DEUS CUIDOU DAQUELES QUE CUIDARAM DELE
9.9   Chamou Davi a Ziba, servo de Saul, e lhe disse: Tudo o que pertencia a Saul e toda a sua casa dei ao filho de teu senhor. 9.10   Trabalhar-lhe-ás, pois, a terra, tu, e teus filhos, e teus servos, e recolherás os frutos, para que a casa de teu senhor tenha pão que coma; porém Mefibosete, filho de teu senhor, comerá pão sempre à minha mesa. Tinha Ziba quinze filhos e vinte servos. 9.11   Disse Ziba ao rei: Segundo tudo quanto meu senhor, o rei, manda a seu servo, assim o fará. (2 Samuel 9.9-11a)
Ziba era um antigo empregado de Saul, e Davi pergunta a ele sobre Mefibosete.  Ziba passa informações sobre Mefibosete a Davi, pois provavelmente deveria acompanha-lo e ajuda-lo. Quando Davi abençoa Mefibosete ele está abençoando todas as pessoas que estavam envolvidas com a sua vida. Ziba e todos os empregados foram abençoados. A bíblia fala que Ziba tinha quinze filhos e vinte empregados. Todos estes também foram abençoados!
Quero destacar que as vezes na vida, temos oportunidade de ajudar um órfão, uma criança abandonada, e é interessante que quando abençoamos alguém, Deus também nos abençoa. Ziba é prova disso. É claro que não devemos fazer pensando em ganhar algo em troca, mas isso é uma lei natural da vida, colhemos aquilo que plantamos. Talvez tenhamos aqui nesta igreja pessoas que adotaram uma criança, ajudaram um órfão, e eu quero dar uma palavra de animo, que Deus conhece seu coração, e ele é poderoso para abençoar suas atitudes.
Tem um filme chamado Um sonho possível, indicado ao oscar de melhor filme do ano, baseado em uma história real, o filme retrata um adolescente  vivendo como um sem-teto, quando é encontrado na rua, passando frio, vestindo apenas bermuda e camiseta em pleno inverno. Sem hesitar por um momento sequer, uma mulher o convida a passar a noite em sua casa. O que começa com um gesto de bondade evolui para algo maior, pois Michael passa a fazer parte da família, apesar de terem origens bem diferente.  A família ajuda Michael a desenvolver todo o seu potencial, tanto no campo de futebol americano e o incentivando a ingressar em uma universidade.
Vi uma frase no Facebook de um amigo no dia das mães: “Antes não tinha ninguem pra chamar de mãe, ai fui adotado e ganhei duas mães, uma mãe e uma tia maravilhosas e que AMO muito, lembrem-se mãe não é quem cria com a barriga e sim com o coração. FELIZ DIA DAS MÃES” (Facebook)
Talvez você também possa aconselhar um adolescente que perdeu seu ente querido, pode ajuda-lo neste processo de sofrimento. Ou quem sabe ajudar um desabrigado. Deus abençoou a Ziba, pois ele cuidou de Mefibosete. Deus cuida daqueles que se doam pelos que mais precisam!

3 – DEUS CUIDOU DE SUAS NECESSIDADES E LHE DEU UMA NOVA FAMILIA
9.11b Comeu, pois, Mefibosete à mesa de Davi, como um dos filhos do rei. 9.12   Tinha Mefibosete um filho pequeno, cujo nome era Mica. Todos quantos moravam em casa de Ziba eram servos de Mefibosete. 9.13   Morava Mefibosete em Jerusalém, porquanto comia sempre à mesa do rei. Ele era coxo de ambos os pés (2 Samuel 9.11b-13).
O texto diz que Mefiboste agora como a mesa de Davi, como um dos filhos de Davi. Aquele homem que anteriormente não tinha o que comer, vivia num lugar pobre, agora está inserido no palácio real.
Aquele homem que morava em Lodebar, lugar sem pastagem, escuro, sombrio, agora é inserido na mesa real, em Jerusalém. De Lodebar a Jerusalém, é isso que Deus faz conosco:  “Assim Mefibosete, que era aleijado dos dois pés, ficou morando em Jerusalém e todos os dias comia junto com o rei” (2 samuel 9.13).De passa fome, ele se torna um príncipe. O que antes faltava agora sobeja. Do menino pobre ele se torna parte da corte real. Deus cuidou de suas necessidades.

Maslow criou a classificação das necessidades humanas:
Necessidades Fisiológicas - Sobrevivência, alimentação, roupa, teto.
Necessidade de Segurança - Proteção sua e da sua família. Palácio real.
Necessidades sociais - Sentimentos de aceitação, amizade. Pertencia a família real.
Necessidade de Estima -  Autoconfiança, independência. De cão morto ele vira príncipe.

CONCLUSÃO

E além de Deus cuidar de suas necessidades, ainda Deus lhe deu a graça de ser pai. O texto diz que Mefibosete tem um filho pequeno chamado Mica. Sim Deus deu uma família. Aquele homem que vivia na escuridão, se sentia como um “cão morto”, agora tem sua dignidade, tem uma família.
Imagine a cena: a refeição está pronta no palácio real e a sineta toca. Os membros da família real vão chegando. Amnon, filho de Davi, inteligente e espirituoso é o primeiro a chegar e se sentar. A seguir chega Absalão, alto e forte, bonito da cabeça aos pés, sem nenhum defeito. Vemos então chegando a filha Tamar, com uma roupa bonita, perfumada, dando boa noite e sorrindo para os convidados.  Poderiamos ainda acrescentar Salomão chegando, provavelmente deveria estar no escritório estudando. Ouve-se então um ruído e alguém se aproximando com dificuldade, é ele Mefibosete apoiado em suas muletas, ele sorri e se ajunta a mesa real, como um dos filhos do rei.

Linda história da Galinha carijó

Linda história da Galinha carijó:
Na fazenda de seu Clemente, havia alguns moradores que se davam muito bem. Entre eles, estavam a D. Pata, Medalha (a vaca), Mimoso (o cavalo), Estrela (a ovelha) e Branquinho, um coelho muito esperto. Todos eles no entanto, uma tarde, notaram a falta de uma companheira.
D. Carijó (a galinha). Já havia alguns dias que D. Carijó não saia para passear. Ela estava sempre no seu ninho.
Certo dia, ela ouviu um barulho de cascas quebrando.
E como ficou faceira (alegre) ao ver que dos ovos começaram a sair uns lindos pintinhos, amarelinhos.
D. Carijó então, pôs-se a passear pela fazenda a fim de mostrar os seus filhinhos (os pintinhos) a todos os amigos.
Nesse dia tão feliz para D. Carijó, seu Clemente ouviu um barulho estranho e saiu para ver o que era.
Oh! Que tristeza! Era o fogo da queimada que se alastrava (espalhava) por toda a fazenda.
Apavorado, correu a chamar os criados (empregados): -"João, Pedro, Timóteo, Antônio, venham urgente. Corram, corram!!!"
Começaram a jogar água ao redor da casa, para que o fogo não destruisse a fazenda completamente.
D. Carijó, também estava aflita, pois precisava salvar seus filhinhos (os pintinhos). Chamou-os então para junto de si.
Quando notou que estava cercada pelo fogo, resolveu protegê-los com suas asas e ficou paradinha, para que os pintinhos não se queimassem.
Quando o fogo passou, seu Clemente saiu para ver o que não havia sido destruído pelo incêndio. E contabilizar os prejuízos.
Achou então, um montinho, que não conseguia entender o que era. Ainda estava fumegando (em brasa). Seu Clemente pegou um vara e resolveu cutucar o montinho para ver do que se tratava.
Vejam só o que aconteceu! De debaixo do montinho, começaram a sair os pintinhos assustados e tristes, por notarem que sua mãe já não podia correr com eles pela fazenda.
D. Carijó doara a vida para salvá-los! Então seu Clemente com muito carinho recolhe os pintinhos e os levam para a casa da fazenda.

Por nós, também houve alguém que deu a sua vida. Jesus, o Filho de deus, veio para salvar-nos; e todos os que ouvirem o seu chamado, sejam eles quem for (cor, raça), serão SALVOS. Jesus morreu para salvar os seus filhos, fazendo um sacrifício total, em nosso favor.

Meditação: Mateus 23.37-39 'Jerusalém ... quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha junta os seus pintinhos debaixo das suas asas, e tu não quiseste!'
(Lucas 13.31-35)
http://apascentarospequeninos.blogspot.com.br/search/label/A%20galinha%20carijó